Cruzamento de pimentas


Anatomia da flor de pimenta

a. Pétalas
b. Estigma
c. Pistilo
d. Estames
e. Fim da flor
f. Cálice

Aqui está uma maneira simples como produzir suas próprias variedades , misturando suas variedades favoritas. Em primeiro lugar, escolhemos uma variedade que você gostaria de fazer o cruzamento. É bom  selecionarmos as variedades que mais agradam, seja pelo sabor ou pela pungência. Além disso , é bom selecionar uma boa flor.

 

1. Selecione uma flor da variedade que você deseja usar como um macho

Essa será a flor que vamos usar para pegar o pólem.

O pólen (do grego "pales" = "farinha" ou "pó") é o conjunto dos minúsculos grãos produzidos pelas flores das angiospermas (ou pelas pinhas masculinas das gimnospermas), que são os elementos reprodutores masculinos ou microgametófitos, onde se encontram os gâmetas que vão fecundar os óvulos, que posteriormente irão se transformar em sementes.

 

 

 

 

2. Em seguida, selecione uma flor da variedade que você deseja usar como uma fêmea

Essa será a flor que vamos usar para receber o pólem, que será enviado até o óvulo.

O óvulo ou rudimento seminal é uma estrutura reprodutiva das plantas que se forma no ovário. A estrutura contém o saco embrionário, a oosfera (o gâmeta feminino), as células sinérgidas, as células polares e as células antípodas, para além da nucela, dos tegumentos, da calaza e de um funículo que o liga com a placenta.

 

 

 

3. Remover as pétalas da flor fêmea.

Use uma pinça para remover as pétalas da flor fêmea, o correto é fazer esse passo com a flor ainda fechada, em botão.

4. Removendo os Estames.

Use uma pinça para apanhar os estames , mas tenha muito cuidado para não danificar o pistilo sobre o meio da extremidade da flor.

Agora você pode ver pistilo na flor que é uma fêmea pura agora. É importante fazer esse processo em mais flores para aumentar a chance de sucesso com polinização.

5. Recolhendo pólem

Em seguida, use um cotonete para recolher o pólen dos estames da variedade que você está usando como macho.

 

 

 

 

 

 

 

6. Transferindo pólem

Transfira o pólen para o estigma (ponta) do pistilo, estamos quase terminando.

 

 

 

 

 

 

 

 

7. Identificando

Escreva o nome das variedades envolvidas, lembrando que o primeiro nome deverá ser sempre a planta fêmea que recebeu o pólem, e depois a planta macho que forneceu o pólem.

OBS: O fruto produzido não terá shape ou caracteristicas diferentes da planta mãe, você deverá esperar o fruto madurar e recolher as sementes desse fruto, e após plantar essa semente, ai sim os frutos produzidos a partir desse fruto é que vão ter as novas caracteristicas.

 

 

 

 

 

Adaptação do original: fatalii.net ( inglês )

 

Postado por

Carlos Silva Jr
Analista Desenvolvedor a mais de 15 anos, entusiasta com pimentas, o que me veio a criar esse site com um sistema completo para quem gosta e cultiva essa maravilha.

Nenhum Comentário

Comentário